quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Festa na Floresta - Por que Belo Monte?

A parceria Casarão-Polifônico-Curupira-Eixo" pautam a construção da hidrelétrica de Belo Monte, acreditando que debatendo vamos possibilitar novos entendimentos sobre essa obra.
A idéia é produzir uma festa artística-cultural com atrações de qualidade em consonância com uma proposta social, com exibição do documentário sobre as barragens de Belo Monte, com o proposito de ouvir o que esse empreendimento pode resultar para nossa região.
O documentário será exibido às 21h00 e terá o comentário de alunos de engenharia ambiental, movimento de ambientalistas e professores da UFPA.
A Festa Na Floresta - Por que Belo Monte?" firma parceria com a Comissão Paraense de Pontos de Cultura e sua representação do Gt Audiovisual que sugeriu o doc, alem de apresentar o trabalho de arte educação ambiental do Ponto de Cultura no Xingu que tem atuado com a cultura popular em conexão com a educação ambiental, tendo Belo Monte como um tema vivo em suas composições.
O projeto tem base no município de Vitória do Xingu, mas desenvolve atividades ao longo da micro-região do Transxingu, no qual compõem sete municípios, que vem se fortalecendo através da rede, que tem agregado em Belém 5 coletivos e 10 projetos socioculturais de nível regional e nacional.
A 2° Festa na floresta reconhece os pontos convergentes, e nesse recorte propicio, o Ponto de Linguagem do Fora do Eixo Casarão Cultural Floresta Sonora e seus parceiros Circuito Polifônico, Curupira Antenado (Belém), tem dialogado com a Rede de Pontos de Cultura do Pará afinando as possibilidades de parceria e fortalecimento da Rede Fora do Eixo (Regional Norte) com a Rede de Pontos de Cultura da Amazônia que vem ganhado novas pernas e braços na pauta da cultura e desenvolvimento social da região.
Nosso interesse coletivo de pautar as questões sociais, é contribuir para uma geração mais consciente e participativa.
A Festa na Floresta, acontece toda quinta-feira até o final de março, sendo realizada em 10 eventos, que tem como proposta estimular a discussão sobre diversos temas. O projeto iniciou dia 27 de janeiro e irá realizar produções temáticas semanalmente, e terá exibição do documentário “ Tucuruí – A saga de um povo “ além de vídeos e fotografias de Renato Reis e os shows de Juca Culatra, Jungle Man finalizando com uma grande Jam session.
Valorizamos muito o processo intuitivo de transmissão e recepção daquilo que acreditamos, sonhamos e compartilhamos.

Release da Festa aqui

http://circuitopolifonico.blogspot.com/2011/01/festa-na-floresta-por-que-belo-monte.html

Parceiros

http://circuitopolifonico.blogspot.com/p/parceiros.html

Um comentário:

  1. puxirum2008@yahoo.com.br2 de fevereiro de 2011 18:07

    leiam a história secreta da rede globo, de daniel herz, um livro desmascarador

    ResponderExcluir