domingo, 11 de setembro de 2011

Protesto contra Belo Monte na XV Feira Pan-Amazônica do Livro


O espelho d’água do lago do Hangar – Centro de Convenções e Feiras da Amazônia refletia cores e brilhos diferentes na noite do dia 10.09. Pintados como indígenas, cantando e dançando, ativistas do Movimento Xingu Vivo de Belém, contrários ao projeto da Usina Hidrelétrica (UHE) de Belo Monte, chamavam a atenção dos visitantes da XV Feira Pan-Amazônica do Livro, que este ano homenageou a poetisa Dulcinéa Lobato Paraense.
O irreverente ato cultural foi realizado logo após o debate Desenvolvimento na Amazônia: dilemas e perspectivas, promovido pelo Instituto Amazônia Solidária e Sustentável (IAMAS), que colocou na pauta da Feira o modelo de desenvolvimento implementado nesta região, seus conflitos sociais, econômicos, culturais, políticos e ambientais.

Através de um projetor de imagens, instalado na entrada do Hangar, os visitantes da Feira também tiveram a oportunidade de assistir a uma série de vídeos sobre a luta de resistência dos povos do Xingu e dos inúmeros atos públicos realizados na capital, contra a ameaça de barramento dos rios na Amazônia.

Para o Economista Dion Monteiro, integrante do Comitê Xingu Vivo, o sucesso do Ato Cultural é mais uma evidência de que este movimento cresce, se fortalece e se dissemina cada vez mais.

O Comitê, que fechou a semana realizando dois grandes atos públicos, se prepara para outras jornadas contra Belo Monte.

Solidariedade na luta
Nesta segunda, dia 12, uma comitiva do Comitê Xingu Vivo participa da assembléia geral dos operários da construção civil, em greve desde o dia 5, para levar a solidariedade e apoio a esta categoria em luta. 8 :30hs, em frente a sede do sindicato – Tv. 9 de Janeiro, 1135 – Belém.

Um comentário:

  1. felipe dos santos gatinho rocha ou puxirum11 de setembro de 2011 14:55

    feira do livro, com um público de shopping (ao menos hegemonicamente) que é o templo da modernidade, conforme o escritor das veias abertas da américa latina

    ResponderExcluir